Regional

Paulo Afonso - Bahia - 02/11/2017

Chaves tem índice de rejeição recorde

Por: Luiz Brito DRT\BA 3.913
Divulgação

Uma reunião a portas fechadas ontem, dia 1, na Prefeitura de Jeremoabo, entre o prefeito interino, vereadores da base e advogados, tratou exclusivamente do alto índice de rejeição, imputado a Antonio  Chaves, via pesquisa para consumo interno. Contudo, apesar dos números negativados, Chaves deverá disputar as eleições suplementares, pois os cardeais do PSD não conseguem vislumbrar nenhum outro nome com musculatura suficiente para concorrer de igual pra igual com Derí.  Tista e Anabel vão ter mesmo que correr o risco. A cidade de Jeremoabo está abandonada. A prefeitura deve mais de 1 milhão de reais no comércio local. Para piorar ainda mais a situação, fala-se na inevitável demissão de cerca de 20% do funcionalismo este mês. Aliás, essa não é a primeira vez que Chaves exonera servidores. Em junho, ele demitiu vários comissionados e contratados também para fazer economia, mas no mesmo mês convocou os mais próximos do governo, com salários maiores, mas não honrou com o pagamento dos servidores e hoje dá um "tchau tchau querida" a todos. E o pior... sem falar que não há previsão se ele vai cumprir com o pagamento das rescisões (salários, férias e 13º) dos demitidos. Dizem que até o programa de rádio que a prefeitura pagava para tentar combater as críticas direcionadas ao governo, saiu do ar.  Bem que o prefeito poderia ter dado início a "contensão" de despesas cortando regalias de cima para baixo, como os apadrinhados com pomposos contratos, poderiam dar exemplos, cortando também o próprio salário e o do vice-prefeito, e de todos secretários.


Últimas

1 até 20 de 1311   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Quem Administraria Melhor o Brasil em 2018?











Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados