Regional

Paulo Afonso - Bahia - 11/10/2017

Jeremoabo: 10 meses do Governo Interino

Por: Luiz Brito DRT\BA 3.913
Divulgação

Denúncias de irregularidades, consumo excessivo de combustível, farra das diárias, manutenção de parentes na folha de pagamento. Não bastassem essas agruras, os 37.680 moradores de Jeremoabo enfrentam outra angústia: a falta de um prefeito com mandato definitivo. Também não sabem quando será a nova eleição na cidade, governada interinamente pelo presidente da câmara municipal.

A ex-prefeita Anabel de Sá Carvalho (PSD) que concorreu irregularmente à reeleição em 2016, perdeu a questão na justiça. Com o impedimento de Anabel, assumiu a prefeitura em 1º de janeiro o vereador Antonio Chaves (PSD).

Quando Chaves assumiu a prefeitura muita gente achou que ele ficaria dois ou tres no cargo, mas já se passaram dez meses e até hoje nada foi definido.

Diante das incertezas, moradores afirmam que “a cidade parou”. “Parou a educação. Parou a saúde. Tá tudo parado na cidade. Quando chega alguém na prefeitura para cobrar as coisas, alegam que o prefeito não pode resolver porque é interino. A população sofre muito com isso”, lamenta uma professora.

 

“Esse negócio de prefeito ‘por enquanto’ é muito ruim. As pessoas vão lá na prefeitura em busca de ajuda e não conseguem nada”. Está muito difícil. Na prefeitura, sempre dizem que não podem fazer nada e que as verbas não vêm porque o prefeito é interino” emendou um aposentado de 66 anos. 


Últimas

1 até 20 de 1320   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Quem Administraria Melhor o Brasil em 2018?











Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados