Política

Paulo Afonso - Bahia - 14/11/2017

Secretários de Saúde de municípios de Pernambuco e Bahia discutem em Petrolina os desafios da Rede Interestadual

Por: Carlos Britto
. (foto: Ascom PMP/divulgação)

Petrolina sediou, ontem (13), uma reunião do Colegiado Regional Interestadual (CRIE) da Rede Pernambuco – Bahia (PEBA). Essa foi a terceira edição do evento, que já passou por Recife (PE) e Salvador (BA).  Durante todo o dia, os secretários municipais de saúde deram continuidade as discussões sobre as áreas da obstetrícia; ortopédica; cardiovascular e nefrológica, que envolvem os dois estados, principalmente as cidades de Petrolina e Juazeiro, através dos hospitais Universitário e Regional. O encontro também contou com a participação do Ministério Público e as promotorias de Saúde de Petrolina e Juazeiro.

Pioneira no País, a Rede foi iniciada em 2009 e beneficia moradores de 55 municípios de ambos os estados. A iniciativa faz parte de um pacto firmado entre o Ministério da Saúde, secretarias de Saúde de Pernambuco e da Bahia e prefeituras da região. A Rede PEBA reorganiza a assistência à saúde na região eliminando as barreiras geográficas e garantindo acessos aos serviços de saúde. Durante o encontro, os representantes colocaram as dificuldades enfrentadas por cada órgão. A secretária de saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque, ressaltou a importância da contrapartida de todos os envolvidos.

“A gente sabe que o Sistema Único de Saúde é subfinanciado há muito tempo, então temos muita dificuldade para manter e acompanhar o crescimento da rede. Nós entendemos a importância da Rede Peba, e que precisamos reforçar, fortalecer e ter ela com muito carinho. Essa é a terceira reunião e já percebemos uma evolução nas discussões. Em Petrolina, nós temos o Hospital Universitário que recebe uma grande demanda e, em Juazeiro, o hospital Regional. A boa notícia é que o representante da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia se comprometeu em fazer o hospital Regional funcionar em sua plenitude, já que ele está passando por diversas dificuldades”, frisou.

Hemodiálise

Outro ponto importante, discutido na reunião, diz respeito aos pacientes que precisam fazer hemodiálise. “Em Petrolina esse serviço é de responsabilidade do Estado, porém, em Juazeiro é o município que administra. Ficou pactuado que o Estado da Bahia vai repassar mais recursos para o município de Juazeiro e assim ter capacidade de atender nossos pacientes de Petrolina e demais municípios”, destacou. A próxima reunião vai acontecer no dia 22 de janeiro e será sediada no município de Juazeiro.


Últimas

21 até 40 de 4263 « Primeiro   « Anterior     Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Quem Administraria Melhor o Brasil em 2018?











Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados