Geral

Paulo Afonso - 11/03/2010

Moradores querem providencias contra a poluição sonora em Paulo Afonso

Bob Charles

Depois de defender os seus interesses em Salvador, onde foram discutir alternativas para a redução do duodécimo imposta pela PEC 58, a Câmara de Vereadores de Paulo Afonso deve voltar às atenções para uma audiência pública, audiência pública com objetivo de discutir a eterna questão da poluição sonora, que sempre castigou o contribuinte menos abastado e vem tirando o sossego dos próprios edis em seus confortáveis lares.
Representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ministério Público , Secretaria Municipal de Meio Ambiente, além de empresários do setor, devem ser chamados à responsabilidade. Discussões à parte é fato que as autoridades locais sempre fizeram vista grossa para a barulhada que agora perturba o sossego principalmente de seus familiares. Do humilde vendedor de picolé ao renomado promotor, todos precisam sentar à mesa e buscar alternativas. Até porque a cidade tem crescido muito, embora pra cima, e seus moradores exigem do empresariado do som tratamento igual ao que já ocorre nos grandes centros.

 


Últimas

1 até 20 de 2113   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Na sua opinião, qual desses nomes deve ocupar uma das cadeiras na Câmara Municipal de Vereadores em Paulo Afonso, a partir de 2021?















Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados