Entretenimento

Paulo Afonso (BA) - 01/01/2012

Seniores consagrados se despedem de 2011 exibindo bom futebol

Nilson Brandão Especial Keko Sports
Fotos Divulgação desportista Raposão

Apesar da II COPA SÊNIOR DE FUTEBOL SOCIETY acontecer no último dia do ano, quando é praxe do brasileiro não arredar pé de sua cidade natal e romper o ano novo junto aos seus familiares, a bola rolou na manhã do sábado, dia 31 de dezembro, com a presença de jogadores cinqüentões e sessentões que nas duas décadas passadas, pelo menos, brilharam vestindo a camisa de equipes tradicionais de Paulo Afonso, deixando seus nomes gravados nos arquivos que o passar dos tempos não apagou da história recente.

Temia-se que o número de jogadores relacionados por João Pereira, o ex-goleiro Joãozinho, fosse tão pequeno, que não desse para remontar as equipes Redenção, Caveira, Olímpico e Copa, tentando escalar os ex-jogadores para vestir a camisa daqueles times conservando a base, as mesmas peças que no passado estiveram juntas para disputar campeonatos e partidas valendo pontos ou título dos certames promovidos pela Liga Desportiva de Paulo Afonso.

Como chegamos a veicular em nossas matérias nos Sites e no Programa de Rádio que nós apresentamos algumas ausências não teriam como evitar, por conta, exatamente, de vários jogadores terem que vir a Paulo Afonso, disputar a II Copa Sênior e retornarem às suas localidades de origem às pressas. Alguns nomes que nos foram passados por Joãozinho desfalcaram as equipes, mas quem compareceu fez rasgados elogios à iniciativa, pois os atletas convidados entendem que o esforço é válido como reencontro, como oportunidade de rever pessoas e saber onde estão, o que fazem e matar a saudade jogando bola, apesar da falta de forma física e da idade, que os cabelos brancos ou grisalhos não conseguem esconder.

Flagramos jogadores se cumprimentando e alguns deles disseram estar com dez, quinze, mais anos sem ter qualquer contato e o que não faltou foi relembrar os causos, as estórias, que marcaram uma fase brilhante por que passou o nosso futebol, num tempo áureo que os torcedores mais fanáticos ainda guardam consigo e lá estiveram no sábado, como Preá do Olímpico, Peri Peri e Catingueira do time Caveira, sem esquecer de jogadores que ainda carregam com eles as suas antigas preferências, exemplo de Miravan e Chicão, das origens daquele "Time da Rua D", Polimar, Mourão, Florisbela, Chico da MF, Ney, Zenilton, Dantas (que veio de Jeremoabo), do COPA, do Eterno Presidente Zé Freire, Tuí e Nildo, do Olímpico, Tourinho do Redenção, cria do saudoso Valter Carvalho, enfim, a resenha foi boa antes de a bola rolar e nos intervalos dos jogos entre os ex-adversários no Estádio Engenheiro Ruberleno Oliveira de outras eras.

No jogo que abriu a II Copa Sênior, o time Redenção tirou a equipe COPA; no segundo encontro, reunindo os dois maiores rivais da história passada do futebol pauloafonsino, Caveira, comandado pelo Técnico Pitu e Olímpico, do inquieto Preá, mostraram alguns lampejos daquela frenética rivalidade e o Olímpico, rotulado de "o Dragão da Avenida Contorno" levou a melhor. Num determinado momento da partida, quando um jogador reclamava da marcação do gol do Olímpico, alguém gritou da lateral do campo: "calma, rapaz, isto é apenas uma brincadeira", mas o árbitro, Tecão, foi alfinetado: "também botaram um Árbitro que é torcedor doente do time Caveira". Era desse mesmo jeitinho naqueles disputadíssimos duelos travados nos idos tempos.

Com os resultados, garantiram classificação para disputar o Troféu Peri Peri; Redenção e Olímpico, sabendo os dois que o segundo colocado receberia o Troféu que leva o nome de outro fantástico jogador, o lateral esquerdo Edvaldo Matias Barbosa, Vadinho. Antes do confronto final, atletas de 40 a 49 anos fizeram uma partida amistosa. Do lado de fora das quatro linhas não faltou quem dedurasse: "nesse meio ai tem quarentão de mentirinha". Só faltou replicar: "deixe a idade do pessoal prá lá, cara é apenas uma brincadeira". No clima de descontração e o sol torrando a moringa, muita gente aproveitou para papar as frutas colocadas à disposição daqueles que as quisesse.

No jogo final entre Redenção e Olímpico, o empate de dois a dois, levou a decisão para os tiros livres da marca do Pênalti e quem acabou fazendo a diferença foi o goleiro Bosco, garantindo o título para o Olímpico. "Naqueles tempos", Bosco fazia parte de um seleto "Quadro de Árbitros", que era vinculado ao Departamento de Árbitros da LDPA e apitou muitos jogos considerados importantes. A II Copa Sênior o transformou em goleiro e a defesa do penal acabou por lhe dar o título de "Melhor Jogador".

Na verdade, os jogos foram um momento de descontração, um reencontro em que o futebol tornou todos os participantes amigos para sempre, sem querer plagiar o título daquela famosa música composta pelo Lloyd Webber. Terminada a decisão, todos se dirigiram ao "Baba da Amizade", onde o encontro foi mais sócio-esportivo, com música ao vivo interpretada pelo cantor Jailson Baiano, que se acompanhou ao violão. Enquanto a seleção musical era executada, os papos rolavam soltos entre os atletas e familiares que ocupavam as mesas que recebiam uma brisa legal do Velho Chico.

A música só parou quando Edvaldo Gomes, Lalau, pegou o microfone e quase não solta mais, para, em companhia de Joãozinho, conduzir a Solenidade de Premiação. O craque Duda fez a entrega do Troféu que carrega o nome de Vadinho ao time Redenção, Vice-Campeão, a Pedro da Caixa; o Grande Desportista Hamilton Leal, Peri Peri, entregou o Troféu de Campeão, que leva o seu nome, ao zagueiro Nildo e coube a Nilson Brandão passar às mãos do goleiro Bosco (do Olímpico) o Troféu de Melhor Jogador da II Copa Sênior de Futebol Society. Olímpico e Redenção também foram premiados com medalhões.

O parecer final de todos os participantes sobre a competição é que a iniciativa deve continuar acontecendo pelo que ela representa no reencontro que proporciona e faz os ex-jogadores se inteirarem uns dos outros. A III Copa Sênior de Futebol Society já está sacramentada para acontecer no dia 23 de junho deste ano de 2012. Até lá, deverá ser trabalhado com bastante antecedência o local em que ela vai ser disputada.

 Estão de parabéns todas as pessoas que se engajaram na promoção de um evento que acabou sendo um sucesso! Em 2011 o Futebol Society foi a boa nova.

 

 

 


Últimas

1 até 20 de 617   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

O que esperar das eleições presidenciais em 2018?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados