Economia

Paulo Afonso - Bahia - 30/06/2019

Lei dispensa aposentado com HIV de passar novamente por perícia

Agência Senado
(Foto: divulgação)

O portador de HIV que ganha aposentadoria por invalidez será um dos poucos casos no INSS que dispensará a necessidade de se fazer perícia médica constantemente. A partir de agora, a dispensa de reavaliação pericial da pessoa com HIV/Aids é um direito garantido na lei nº 13.847/19.  A norma acrescentou na lei de benefícios da Previdência Social que esses aposentados não precisarão ser reavaliados após a concessão da aposentadoria.

Em tempos de “Operação Pente-Fino”, a notícia pode ser um acalanto para quem se encontra com o vírus da imunodeficiência humana.

O problema é que muitos inválidos já perderam o benefício antes da criação da lei, o que pode gerar situação anti-isonômica para segurados com a mesma doença, além de disputas judiciais, já que os efeitos da norma não alcançam quem perdeu o benefício antes de a nova lei ser publicada.

Apesar da resistência do presidente da República, Jair Bolsonaro, que chegou a vetar a medida, a norma se harmoniza com o entendimento da TNU, materializado na Súmula nº 78: “Comprovado que o requerente de benefício é portador do vírus HIV, cabe ao julgador verificar as condições pessoais, sociais, econômicas e culturais, de forma a analisar a incapacidade em sentido amplo, em face da elevada estigmatização social da doença”. 

O texto foi proposto pela Articulação Nacional de Saúde e Direitos Humanos, uma entidade que luta por direitos das pessoas que vivem com HIV/Aids. Apresentado pelo senador Paulo Paim (PT-RS), o projeto foi aprovado na forma de um substitutivo do senador Romário (Podemos-RJ).

O argumento da proposta é de que que a pessoa aposentada por invalidez já passou por diversos períodos de auxílio-doença, o que atesta a degradação de sua saúde e a irreversibilidade dessa condição.

Portanto, a lei poderá ser usada como trampolim para que portadores de doenças com características semelhantes busquem o direito de dispensar a perícia. 

 

* Luiz Neto Advogados Associados

www.luiznetoadv.com.br / advluizneto@gmail.com

 

 

 

 


Últimas

1 até 20 de 1800   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Como você avalia a qualidade do transporte público em Paulo Afonso?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados