Política

Paulo Afonso - Bahia - 20/08/2018

Coluna do Bob

Luiz Brito DRT/BA 3.913
Foto: reprodução

Cuidado com a decepção 

Tem candidato a deputado Estadual fazendo previsão para 30, 40 mil votos, numa eleição com muitos postulantes e uma população desiludida com os políticos. É bom reduzir o otimismo.

O sistema é bruto

Para felicidade de muitos, eu voltei. Sofri com as taxas nas alturas. Não aquelas que pagamos rotineiramente para manter a máquina funcionando, mas as taxas de colesterol, triglicérides, glicose. Problemas rotineiros de gente na minha faixa etária e não salarial. Resumo  desta segunda-feira 20, repassados aos meus três leitores, agora vamos aos fatos que fazem da terra da energia e do trabalho o centro das atenções até em marte.

Vocês sabiam que a Câmara de Vereadores de Paulo Afonso vai apreciar as contas do ex-prefeito Anilton na próxima segunda-feira (27) ? Anilton precisa se articular. Os adversários estão repassando por zap zap, Messenger e sinal de fumaça, uma recomendação para reprovarem as contas, eliminando a possibilidade dele concorrer a uma cadeira na Assembléia Legislativa. O sistema é bruto.

Zé Neto 

Quem apostar contra vai perder e feio. O deputado Zé Neto (PT), com a campanha bem estruturada na qual ancora a sua eleição para deputado federal, deverá estar no pelotão de elite dos mais votados nesta eleição. Neto é vida inteligente na Assembléia Legislativa. Não ficou restrito aos debates do plenário no qual se destacou como líder do governo, mas também apresentou projetos. Tem sido bom deputado.

Enganado 

O ex-presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira Júnior(PP) não terá o apoio do ex-prefeito Paulo de Deus. Dizem que na eleição passada foi firmado um acordo de que Val seria apoiado em 2018 por PD. Valzinho tomou uma bruta rasteira.

 Apertados para cair em campo

Secretários passaram a semana sendo chamados no gabinete do prefeito Luiz de Deus para ouvir de um emissário que, precisam se empenhar mais na campanha com os seus cargos de confiança. E com uma recomendação especial pela candidatura do deputado federal Aleluia (DEM) e seu filho Alexandre.

Curto e animado 

Ainda não dá para avaliar quais os jingles que devem cair no gosto popular desta campanha, porque não escutei todos. Uma música de campanha tem de ter letra curta, ser animada, e com um refrão fácil que o povo grave. Jingle é um bom divulgador de campanha. Mas o que ganha mesmo eleição é o contato com o eleitor.

A tarde de segunda-feira é curta para tantos afazeres de um repórter de site online. Tenho que encerrar nosso bate-papo por aqui. Volto amanhã mais com uma nova atualização!

 


Últimas

1 até 20 de 5151   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Qual é, na sua opinião, a sua expectativa de vida?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados