Regional

Paulo Afonso - Bahia - 18/06/2018

Impopular e isolado, Chaves leva a máquina no piloto automático

Luiz Brito DRT/BA 3.913
Foto Reprodução

A menos  de 15 dias da passagem da faixa, o interino de Jeremoabo, Antonio Chaves deixa o governo com uma impopularidade histórica e um esvaziamento de apoio na própria base, como já era previsto. O próprio ainda não está acreditando que seu governo acabou antes do fim.

A romaria de populares e políticos ao gabinete do Chaves, rotineira durante os primeiros meses de mandato, não é mais frequente. Em junho, o máximo que o Chaves recebeu, foi cobrança de compromissos não assumidos.

Com a de troca de governo, funcionários em cargos de confiança começaram a limpar as gavetas.

A partir do resultado da eleição suplementar onde foi triturado com mais de dois mil de frente, só restou ao Chaves levar a máquina pública “no piloto automático” para entregá-la ao seu sucessor, Derí do Paloma.

Quando terminar seu governo certamente Chaves deverá ser acionado pelo corpo de advogados do prefeito eleito e vai ser democraticamete obrigado a devolver todo o dinheiro que ajudou a lapidar com seus secretários mais próximos com diárias e contratos “suspeitos” como esses celebrados recentemente em pleno período junino no apagar das luzes do mandato.  

Se a justiça não desviar o foco, se for tudo apurado ao pé da letra, mais cedo ou mais tarde Chaves terá que no mínimo devolver o que abocanhou dos cofres públicos. Se a justiça fosse séria e agisse com rigor o destino dele seria outro...

 


Últimas

1 até 20 de 1438   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Você acha que a guarda municipal deve ter poder de polícia?



Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados