Polícia

Paulo Afonso - Bahia - 06/03/2018

CHESF ainda não sabe quem são os responsáveis pela derrubada da linha de transmissão Sobradinho/Itaparica

Luiz Brito DRT/BA 3.913
Foto: reprodução

Enquanto a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) se mobiliza para recuperar a linha de transmissão de 500kv, que simplesmente desligou sem aceitar religamento na última sexta-feira (02/03), por volta das 19h, entidades de segurança como Abin PE, Policia Federal e Gabinete de Segurança, entre outras, tentam encontrar os responsáveis por este ato com características de sabotagem.  A ação teria custado a CHESF um prejuízo avaliado em cerca de 1 milhão por hora.

O desligamento da linha de transmissão soou como um alerta e por coincidência certa semelhança com o relato do líder do governo na Câmara de Glória, vereador Paulo Gomes (PT), quando este da tribuna da Câmara, se referiu ao processo de privatização do setor elétrico e suas subsidiárias pelo governo Temer, englobando o complexo hidroelétrico de Paulo Afonso, Itaparica, Xingó.  

Num trecho da gravação é possível ouvir nitidamente Paulo Gomes enfatizar que: “se tiver de desligar nós vamos desligar todo o sistema do rio são Francisco e aí seja o que Deus quiser”, enfatizou.  Mais além, Gomes reforçou: “se o presidente insistir em privatizar a CHESF nós vamos ter que desligar o completo todo da CHESF, nós não vamos ocupar não, nós vamos desligar na marra. Até porque nós temos gente que também sabe desligar”. Gomes se referiu a seis ex operadores de usina, que ele teve o cuidado de omitir os nomes.  O site tomou conhecimento que a gravação de Paulo Gomes cujo teor pode ter sido apenas mera coincidência, será submetido a inspeção da política federal.

 


Busca



Enquete

Quem vai ser o campeão da Copa do Mundo 2018?











Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados