Economia

Paulo Afonso - Bahia - 22/11/2017

Clientes com débitos na Caixa Econômica têm desconto de até 90%

Por: Luiz Brito DRT\BA 3.913
Foto (Divulgação)

Entrevistado na tarde desta quarta-feira, 22, no programa “A Voz dos Bairros“ da rádio Paulo Afonso FM 104.9, o Gerente da Caixa Econômica Federal,  do BTN, Jarbas Maynart Cunha falou sobre o Quita Fácil, campanha da caixa para regularizar dividas. Os clientes que possuem conta na Caixa Econômica Federal e estão em débito de até um ano e meio poderão quitar as dívidas com descontos que chegam a 90%, até o dia 28 de dezembro.

De acordo com o gerente  a campanha “Quita Fácil”, visa  garantir que os clientes em inadimplência tinham um prazo maior já que o pagamento dos valores é à vista.  “Estas pessoas podem procurar as agências da Caixa, e pedir para fazer a negociação. Os descontos oferecidos vão até 90%. Isso vale tanto para pessoas físicas como jurídicas”, explica Jarbas .

Para facilitar para os clientes, o pedido de negociação pode ser feito de forma presencial, com atendimento exclusivo. “A ideia é limpar o nome destas pessoas.

Ainda de acordo com o Jarbas Cunha, as dívidas vão desde cartões de crédito a limites. Além disso, ele esclarece que a campanha está livre de burocracia para facilitar o atendimento aos clientes. A iniciativa, que ocorre simultaneamente em todas as agências do país, tem como objetivo facilitar aos clientes a regularização de contratos em atraso há mais de um ano. Os descontos especiais estarão disponíveis até o dia último dia útil do banco, 28 de dezembro.

Podem participar da renegociação pessoas físicas e jurídicas que possuam contratos comerciais em atraso, incluindo cartões caixa. Alguns contratos, com bloqueios judiciários por exemplo, não entram na campanha. Para verificar se seu contrato está enquadrado na ação e obter outras informações, ligue para3501 -0434. 


Últimas

1 até 20 de 1523   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Quem Administraria Melhor o Brasil em 2018?











Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados