Geral

Paulo Afonso - Bahia - 11/10/2017

Presídio de Paulo Afonso tem 242 presos acima da capacidade permitida; MP pede transferência

redacao@varelanoticias.com.br

O presídio do município de Paulo Afonso, norte da Bahia, abriga 242 detentos a mais do que a capacidade permitida. Por conta disso, na última segunda-feira (9), o Ministério Público da Bahia (MP-BA), pediu a transferência imediata dos presos. 

Outro pedido feito pelo promotor Marco Aurélio Nascimento Amado, à Justiça, é que seja proibida a entrada de novos internos, sejam eles provisórios ou definitivos, caso estes tenham cometido o crime em outras comarcas. Segundo Amado, os presos devem ser encaminhados para carceragens que tenham o mínimo de proximidade com o local em que o crime foi cometido.

De acordo com o promotor, manter presídios superlotados traz perigos à segurança pública, o que pode ameaçar a ressocialização dos detentos e ainda aumentar a incidência de rebeliões, isto porque o número de agentes penitenciários fica em desequilíbrio em relação ao de presos.

A unidade carcerária tem capacidade máxima para receber 338 detentos, contudo, o número ultrapassa 580.


Últimas

1 até 20 de 1869   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Quem Administraria Melhor o Brasil em 2018?











Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados