Política

Paulo Afonso - Bahia - 09/10/2017

Audiência Pública debate privatização da CHESF em Paulo Afonso

Por: Luiz Brito DRT\BA - Assessoria da Presiiência da Câmara
Foto: Jorge Câmara
Vereador Bero do Jardim Bahia(PT) presidiu a Audiência Pública
Vereador Bero do Jardim Bahia(PT) presidiu a Audiência Pública

A Câmara de Vereadores de Paulo Afonso()BA) realizou nesta segunda-feira, 9, com a presença de todos os parlamentares, uma audiência pública para debater sobre a privatização da Eletrobrás e da CHESF. O ato aconteceu a pedido do vereador Bero do Jardim Bahia (PT) e teve a parceria  do Sindicato dos Eletricitários da Bahia e Urbanitários de Pernambuco. Estiveram presentes,  Paulo Rangel (PT) e Luiz Caetano (PT), Estadual e Federal, respectivamente, o ex-deputado federal Fernando Ferro, o Deputado Estadual por Pernambuco, Lucas Ramos (PSD), o ex-deputado federal Alcides Modesto Coelho, o presidente da Federação Regional dos Urbanitários, Raimundo Lucena,  o vereador delmirense Carlos Roberto Correia (Cacau), representantes de classe, movimentos sociais, indios de várias etnias e a sociedade civil organizada.

De acordo com o Bero, o intuito da audiência foi intensificar o debate sobre os prejuízos dessa medida e apresentar dados que comprovem que a privatização da energia causará impactos grandes em toda a sociedade.

“Precisamos ouvir a sociedade e os segmentos que a compõem para tentar, de alguma forma, barrar essa desvalorização que o governo federal tem com aquilo que é nosso. Convocamos representantes da empresa, movimentos sindicais e parlamentares para demonstrar que estão cometendo crimes contra a nação e precisamos esclarecer para a sociedade”, disse Bero do Jardim Bahia, que num segundo momento presidiu a audiência, substituindo Marcondes Francisco dos Santos(PSD).

O vice presidente da Câmara, comentou, ainda, que “é importante que esse tema seja amplamente debatido para provar que a solução não é vender a energia. Temos que aumentar a resistência contra esse discurso falso do governo de que a privatização do sistema elétrico é positiva”, afirmou.

“Essa audiência foi importante para chamar a atenção da população e debater um pouco sobre a situação da CHESF e os impactos negativos que isso pode causar, sobretudo o aumento da tarifa. A partir do momento que passa a ser privatizado a empresa vai pensar em ter lucros, e para ter lucros em locais afastados é lógico que ela vai ter que aumentar a tarifa”, lamenta.

 

 

 

 


Últimas

1 até 20 de 4212   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Qual sua opinião sobre a Câmara de Vereadores de Jeremaobo:




Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados