Geral

Paulo Afonso - Bahia - 08/10/2017

Lago de Sobradinho vai operar com defluência mínima de 550m³/s a partir desta segunda

Por Duda Oliveira
Reprodução

A partir desta segunda-feira (9), será iniciada a redução gradual da vazão liberada pelo Lago de Sobradinho, no norte da Bahia, dos atuais 580 metros cúbicos por segundo (m³/s) até o limite de 550m³/s, menor patamar já praticado até hoje no maior reservatório da bacia do Rio São Francisco. Esta decisão foi acordada na última reunião de avaliação das condições de operação dos reservatórios do São Francisco, ocorrida na semana passada, conforme mostrado por este Blog.

Desde 18 de julho, com a Resolução ANA nº 1.291/2017, os reservatórios de Sobradinho e Xingó (este entre os estados de Alagoas e Sergipe), no rio São Francisco, estão autorizados pela Agência Nacional de Águas (ANA) a liberar uma média mínima diária de 550m³/s de água, o menor patamar já autorizado para ambos os reservatórios. A autorização da ANA também permite à Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) adotar uma defluência mínima instantânea (a cada medição) de 523m³/s até 30 de novembro. No entanto, estas vazões estão sendo colocadas em prática gradualmente para permitir a avaliação das medidas sobre os usos da água.

A redução da defluência mínima busca preservar os estoques de água dos reservatórios da bacia do rio São Francisco até o final do período seco e início do próximo período chuvoso, que costuma acontecer a partir de dezembro. A medida também se deve ao agravamento das condições hidrológicas e de armazenamento de água na bacia, a qual tem registrado chuvas abaixo da média desde 2012“, informou a assessoria da ANA. Vale lembrar que, em Sobradinho, o patamar mínimo adotado em situações de normalidade é de 1.300 m³/s.


Últimas

1 até 20 de 1869   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Quem Administraria Melhor o Brasil em 2018?











Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados