Bastidores

Paulo Afonso - Bahia - 06/09/2017

Cuidado

Por Luiz Brito DRT 3.913
Divulgação

Tem momentos em que o vereador perde uma grande oportunidade de ficar calado. Aquele episódio em que o vereador Mário Galinho (SD) fez referência ao lançamento do livro do escritor João de Souza Lima, na segunda-feira, 4, no plenário da Câmara, lance visto e ouvido em alto e bom som por todos os que estavam no  recinto, foi um desses momentos. É sempre lamentável presenciar esses discursos de ódio. Sabe aquela máxima que diz: quem fala o que quer, ouve o que não quer? Pois bem! Encaixa-se direitinho nessa situação. Antes disso o nome do Galinho já estava na rinha sobre aquela história do Wesley Safadão.  Aliás, até aqui não se tem nenhuma notícia do envolvimento do Galinho direta ou indiretamente, naquela história tantas vezes lida do suposto cancelamento do show da artista. A oposição está interessada nisso? Não! Tentam de todas as formas atrelar seu nome ao episódio. Faz parte do jogo, afinal de contas, ele é bola da vez. Na política os santos são momentâneos. Portanto, farão de tudo para tentar sujar sua imagem. Ainda que esta não seja a política correta e adequada que a sociedade deseja. O fato é que Galinho é considerado no momento um dos parlamentares da oposição mais ativos da Câmara, atento aos acontecimentos e detentor de senso de oportunidade e capacidade de repercutir, tanto no plenário como na imprensa, os fatos políticos gerados dentro ou fora do Poder Legislativo.

Folclórico

O vereador Zezinho do INPS se empenha em consolidar-se na galeria dos políticos folclóricos do município. Suas declarações na tribuna da Câmara dos Vereadores ganham o noticiário não pela relevância do que expressam, mas pela comicidade ou extravagância de que se revestem. Mas Zezinho tem uma virtude, está cada dia mais parecido com a Ofélia, personagem interpretada por Cláudia Rodrigues no programa humorístico Zorra Total. E como Ofélia, Zezinho “só abre a boca quando tem certeza”.

Discreto

Pouca gente comenta, mas é preciso destacar a discrição e o comportamento absolutamente correto do empresário Derí do Paloma (PP). Na iminência de se tornar prefeito da terra da jurema em flor, ele se mantém longe dos holofotes, não entra no jogo político, não antecipa posições, mostra-se fiel aos compromissos assumidos e, mais que tudo, preparado para assumir o desafio. É preparado e experiente. Esse é o segredo.

Modelo

Realmente, eu devo mais uma vez admitir que a cidade de Jeremoabo está se tornando uma grande cidade. Depois dessa de tentarem botar na cabeça do povo que AC é o prefeito do povo, só falta agora ele dizer que Jeremoabo virou a capital mundial da economia sustentável.

 

 

 

 

 


Últimas

1 até 20 de 1855   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Qual sua opinião sobre a Câmara de Vereadores de Jeremaobo:




Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados