Política

Paulo Afonso - 30/04/2010

Presidente da Câmara classifica de demagógicos discursos de vereadores de oposição

Washintgon Luís da agência de Notícias de Paulo Afonso (ANPA)
Washington Luís

Durante os pronunciamentos da maioria dos vereadores da bancada de oposição na sessão ordinária realizada excepcionalmente nesta quinta feira (29), sobraram críticas ao governo municipal e faltou respeito pela família do guarda municipal Lutemberg, falecido nesta quarta feira (28), depois de passar quatro dias em estado de coma, na UTI do Hospital Geral Governador João Alves Filho, em Aracaju-se, vítima de capotamento de uma viatura do departamento em que atuava há cinco anos. O acidente aconteceu na tarde de sábado (24) na BA 210, entre a AABB e a entrada do Bairro Jardim Bahia

Segundo Aroldo do Hospital (PTB), Celso Brito Miranda (PSB), Daniel Luiz (PSDB) e Osildo Alves (PTN), o acidente que vitimou o jovem Lutemberg poderia ter sido evitado se os veículos da Prefeitura passassem por revisões periódicas, principalmente com a substituição de pneus, que no caso do Fiat Uno acidentado, de acordo com observação de curiosos que estiveram no local no momento do da tragédia, estão completamente carecas e sem condição de uso.

Quebrando o clima de pesares, lamentações e ataques ao sistema de governo, chamado pelo líder da bancada oposicionista, Celso Brito Miranda, de "perseguidor", Juvenal Teixeira (PDT), agradeceu ao Prefeito Anilton Bastos Pereira pelo empenho nas escavações de valas para colocação de tubos da adutora que levará água potável para o Povoado Açude e localidades vizinhas, bem como o início das obras de construção do Posto de saúde do Tigre, segundo ele, uma reivindicação antiga dos moradores da região.

Por sua vez, ao encerrar o grande expediente, o Presidente da Câmara, Antônio Alexandre (DEM) se dirigiu aos alunos do curso de direito da FASETE, convidados especiais, para dizer que tudo o que eles tinham acabado de ouvir parecia verdade, porém não passavam de "discursos demagógicos". -"Alguns dos Vereadores que hoje atacam o governo Anilton Bastos Pereira, foram secretários municipais no governo anterior, conviveram com os mesmos problemas e não os resolveram; hoje, por serem maioria na Câmara se sentem no direito de cobrar o que não fizeram antes", disse indignado o democrata. Antônio Alexandre concluiu dizendo que na gestão anterior o dinheiro da Prefeitura era aplicado em outras cidades, citando a contratação irregular da NE Consultoria para realizar o concurso público em 2008, o que até hoje não é motivo de discussões.


Busca



Enquete

Das prováveis chapas para prefeito e vice, qual sua aposta nas eleições 2020?





Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados